Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Vencedor: Passatempo Dia do Pai

por Maria das Palavras, em 03.03.16

Escolher um vencedor foi uma tarefa hercúlea. Logo a começar porque eu e a J. do aqui há estória somos diferentes e valorizamos nas respostas coisas diferentes. Foi assim que quase todas estiveram em cima da mesa para vencer. Depois, de facto, todas as respostas eram boas candidatas. Uma tocava naquela emoção e a outra noutra. Umas faziam rir, outras sorrir, outras carregam nos botões da saudade e do coração pesado. Faço desde já a sugestão que, mesmo que não vençam, escrevam esta participação, em carta, ao papá visado. Pode não ser uma capa de jornal, mas é tão vosso.

Posto isto, sem mais demoras, a vencedora foi a Sara Cervantes, com a participação:

 

Todas as prendas para o dia do pai que o meu filho já fez na escola acumulam-se há anos na gaveta, para um pai que nunca aparece e nunca liga...

Porque não existe o "Dia do Padrasto", este ano eu e o meu filho queremos homenagear o homem que não lhe deu a vida, nem o apelido, mas assumiu-se PAI com todas as letrinhas.

Porque este padrasto trata da febre, porque este padrasto não perde um jogo de futebol, porque este padrasto educa e ralha, porque o lugar de padrasto é tão ingrato (!), porque este padrasto ama, abraça e dá beijinho de boa noite, todas as noites...

 

A explicação é simples: depois de andarmos à batatada e já haver olhos negros à pala da decisão, eu e a J. concordámos nesta participação que transmite que a palavra PAI é mais do que um rótulo do laço de sangue que nos une. Quando pedimos participações que homenageiem o Pai pensamos por defeito no significado tradicional da palavra - o homem que gera. E nem sempre esse é o homem que cria. O homem que preenche essas três letras e lhes (nos) dá sentido. É o homem que nos aquece com o beijo de boa noite, todas as noites, E se todos os outros pais referidos nos textos o fazem incondicionalmente (ou desejam ardentemente fazê-lo), este fá-lo, sem que ninguém adivinhasse que seria ele a fazê-lo. E - surpresa! - é um verdadeiro PAI. Como é o meu. Como são os vossos. 

 

Parabéns Sara!


Por favor envia os teus dados; nome, morada e nº de telefone para aquihaestoria@gmail.com ainda hoje para começarem a tratar da prendinha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10


9 comentários

Imagem de perfil

De Magda L Pais a 03.03.2016 às 18:56

meninos que ficam órgãos é mau... é mete traficantes e tudo, muito provavelmente, não?

ahahahaahahahahahahahahahahahaha

desculpa, não resisti. Eu percebi o que quiseste dizer, concordo plenamente mas não resisti. Vou já ali atirar-me da janela
Imagem de perfil

De Maria das Palavras a 03.03.2016 às 18:59

Ahahahah! És péssima Magda, eu tentei retrair-me e não gozar com os meninos-orgãos porque o assutno era sério e vens tu e pumbas. Perdoa-a Mula Image
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 03.03.2016 às 19:00

isto é uma máquina automática a responder. A Magda acabou de se atirar da janela do 7º andar e diz que amanhã está de volta
Imagem de perfil

De Mula a 03.03.2016 às 19:23

Ahahahahahahah espero que não te tenhas magoado, que não precisas de castigo, precisas é de uma grande salva de palmas, estiveste maravilhosa!!! Image
Imagem de perfil

De Mula a 03.03.2016 às 19:20

Ahahahahabahahahah fizeste-me parecer maluquinha agora! O que me ri aqui no meio da rua.... Oh céus o que o corrector automático faz! ImageImageImage
Imagem de perfil

De Magda L Pais a 03.03.2016 às 19:44

pronto, já sacudi o pó da queda e estou de volta! não me magoei, se bem que acho que tenho de mandar limpar o casaco...

foi tão bom, mas tão bom! acho que toda a gente me ouviu rir aqui no escritório

Comentar post



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog