Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Passatempo para o Dia do Pai

por Maria das Palavras, em 23.02.16

Ainda falta quase um mês, não é? Mas já sabem que aqui jogamos na antecipação. E a palavra chave em todas as consultas é "personalização". Vá, repitam ao espelho: personalização. 
A 19 de Março celebram-se os papás. No ano passado, quando o meu pai fez 60 anos dei-lhe a capa do diário de Notícias do DN do dia em que ele nasceu. Calhou muito bem porque nesse dia havia notícias do Benfica ter ganho no dia anterior e até outra que mencionava a nossa terra. Mas quando a minha mãe fez anos, e tendo ouvido o plano dela de ter as duas capaz emolduradas e penduradas na sala, ofereci-lhe a da data dela e as notícias eram todas miseráveis (crimes e afins). Assim sendo, porque não oferecer uma capa de jornal personalizada? Sem riscos, vocês é que escolhem os destaques, as "gordas, as notícias, enfim. 

O aqui há estória disponibiliza esse serviço personalizado. E ofereceu-se para presentear os meus leitores (rejubilem, são vocês!) com uma capa de jornal personalizada - design, produção e envio. 

Imagem jornal dia do pai - Aqui há estória

 

As regras são simples:

1. Gostar do Facebook da Maria das Palavras e do aqui há história

2. Deixar uma frase neste post que nos diga porque é que o vosso pai merece ser capa de jornal? (por favor indiquem o nome e apelido no comentário para podermos verificar a identidade na altura de contactar o vencedor)

 

Devem participar até 2 de Março e o resultado sai no dia seguinte aqui no blog e no Facebook. Sou eu e a equipa do aqui há estória que escolhemos o vencedor de acordo com a resposta que mais nos divirta ou emocione. O critério é pessoal e subjetivo, mas muito honesto e sem cunhas - e não se aceitam reclamações depois da escolha. A pessoa que vencer deverá contactar-nos no máximo até dia 4 de Março para o email daspalavras[at]sapo.pt para tratarmos do prémio - desculpem a pressa, mas é para que fique tudo feito (e bem) a tempo do Dia do Pai, por entre todas as restantes encomendas que o aqui há estória tiver de tratar nessa altura.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:55


20 comentários

Sem imagem de perfil

De Diana a 25.02.2016 às 00:30

Boa noite. Aqui fica a minha dedicatória/frase...
Desde pequenina que sonho um dia ser como o meu pai, ter todas as suas qualidades e saber acolher e lidar com os defeitos. Sempre o admirei, continuo a fazê-lo. Ele não é um homem muito dado a exprimir os seus sentimentos e diz sempre que não gosta de "criquices(?)", mas quando eu preciso ele está sempre lá para me apoiar, para me reconfortar ou até para me dar na cabeça. Ahah. Eu amo-o por ser a pessoa simples que é, por ser um homem justo que não quer saber de se "este ou aquele é mais importante", para ele o que é é. Passamos muito tempo juntos a recordar bons tempos de antigamente, não é que sejamos assim tão velhos, mas é sempre bom recordar. Recordar os sabores perdidos do Verão no Douro, recordar as numerosas paixões do meu pai, recordar pessoas que nunca serão esquecidas...O meu pai é o ser mais fantástico que eu já conheci, acho que fazemos uma equipa fantástica, principalmente no que diz respeito à cozinha, mas nesse caso não somos muito equipa, normalmente somos mais adversários sempre a tentar criar pratos melhores, com mais sabor, com mais paixão, normalmente ele ganha, mas a júri está comprada (é a minha mãe). Com esta coisa toda da cozinha vou-vos contar uma coisa: no ano passado fiz um jantar super especial para o meu pai, então andei uns meses a juntar dinheiro, andei semanas a preparar as ideias para o jantar, para que tudo corre-se ás mil maravilhas até que finalmente chegou o dia, como ainda não tinha carta peguei na bicicleta e andei +-uns 10km para ir ao supermercado comprar tudo. Passei toda a tarde na cozinha a fazer entradas, adiantar sobremesas...e pronto quando ele chegou do trabalho e eu não o deixei entrar na cozinha ele suspeitou logo, mas la tomou o seu banhinho e lá foi ate a sala ver tv, quando chegou o momento da verdade o seu sorriso foi o melhor agradecimento que eu podia ter tido e as picardias que surgiram logo depois foi como sempre o esperado, nós não vivemos sem a nossa cometição...quando surgiu esta ideia para oferecer este ano quis aproveitar por ser uma coisa completamente inesperada e diferente, mas de qualquer maneira não faltará o jantar. 
Ganhando ou não foi muito bom poder partilhar um bocadinho do ser fantástico que é o meu pai.

Comentar post



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog